top of page
knee_edited.jpg

Tendinopatia Rotuliana


A tendinopatia rotuliana também conhecida como joelho do saltador, é uma doença caracterizada por dor e disfunção no tendão rotuliano, que conecta a patela ou rótula à tíbia. Esta lesão por uso excessivo frequentemente afeta atletas envolvidos em desportos que incluem saltos repetitivos ou atividades de alto e impacto.

Causas e Fatores de Risco:


A causa principal da tendinopatia rotuliana é o stress/trauma repetitivo no tendão rotuliano, principalmente durante atividades que envolvem saltos frequentes.

Atletas de basquetebol , vólei ou que requerem movimentos explosivos são particularmente susceptíveis. Fatores que contribuem incluem aquecimento muscular inadequado, falta de flexibilidade, desequilíbrios musculares e questões biomecânicas.

Sintomas:

 

O sintoma característico é dor na parte anterior do joelho, especialmente abaixo da rótula, agravada durante atividades como saltos, corrida ou agachamento. A rigidez, inchaço e espessamento palpável no tendão também podem ocorrer em casos mais graves.

Diagnóstico:


O diagnóstico envolve uma história médica detalhada, exame físico e estudos de imagem, como ecografia ou ressonância magnética, para avaliar a extensão da lesão no tendão e descartar outras possíveis causas de dor no joelho.

Tratamento Não Cirúrgico:
 

  • Repouso e Modificação de Atividades:

   - Cessação temporária de atividades que agravam os sintomas.
   - Modificação de técnicas de treinamento.

  • Fisioterapia:

   - Exercícios de fortalecimento para quadríceps e outros músculos
   - Exercícios excêntricos para melhorar a carga no tendão.

  • Medicamentos Anti-Inflamatórios:

   - AINEs para alívio da dor e inflamação.

  • Intervenções Biomecânicas:

   - Análise e correção de fatores que contribuem para a sobrecarga no tendão.
   - Órteses ou modificações no calçado.

  • Terapia por Ondas de Choque:

   - Terapia por ondas de choque para estimular a cicatrização.

  • Injeções de Corticosteroides:

   - Alívio temporário da dor e inflamação em alguns casos.

Opções Cirúrgicas:


Quando as medidas conservadoras não proporcionam alívio, a intervenção cirúrgica pode ser considerada. As opções cirúrgicas incluem:

 

  • Artroscopia:

   - Remoção de tecido danificado e avaliação da articulação.

 

  • Tenotomia ou Desbridamento do Tendão:

   - Remoção parcial do tendão rotuliano

 

  • Transferência de Tendão:

   - Transferência de um tendão saudável para substituir o tendão danificado.

 

  • Injeção de Plasma Rico em Plaquetas (PRP):

   - Injeção de plaquetas concentradas para reduzir a dor e a inflamação.

 

Reabilitação e Prevenção:


A reabilitação envolve um retorno gradual às atividades. Estratégias de prevenção incluem exercício regular, gestão apropriada da carga de treinamento e abordagem rápida de questões biomecânicas.

Conclusão:


A tendinopatia rotuliana apresenta-se como um desafio, especialmente para atletas. O reconhecimento precoce, o tratamento adequado e um programa estruturado de reabilitação são cruciais para uma recuperação bem-sucedida.

 

As opções cirúrgicas são consideradas quando as medidas conservadoras se mostram ineficazes. Indivíduos com dor persistente no joelho devem procurar a orientação do seu ortopedista de joelho.

_57881b40-8ed5-411e-993a-9206b5c6d0ee.jpg
Nuno Camelo Cirurgia Consulta Joelho
bottom of page